segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O que faz um administrador público?


Mão de obra especializada é o que faz a grande diferença no mercado, atualmente. É importante ter um profissional qualificado nas diversas áreas, e no setor público, não deve ser diferente.

Os alunos que hoje movimentam a Fundação Getulio Vargas, em São Paulo, colhem os frutos de uma história de 68 anos, quando surgiu a GV, na época com uma vocação bem específica: administração pública e privada. A FGV-EAESP veio 10 anos depois, em 1954, para formar um pessoal qualificado no principal centro comercial do País, até que há um ano, o curso de Administração Pública ganhou um vestibular e grade curricular próprios.

Segundo Fernando Abrucio, coordenador do curso de Administrado Pública da FGV-EAESP, o Brasil, para desenvolver-se mais no século XXI, vai precisar de uma esfera pública mais bem administrada. E para isso, vamos precisar de jovens que queiram ter essa capacidade de liderança e aprendem instrumentos técnicos para resolverem os problemas de políticas públicas (…)

“Nós [o mercado em geral] precisamos de muita gente com perfil específico de administrador público”, conclui Abrucio.

De acordo com o vice-coordenador do curso de Administração Pública da FGV-EAESP, Marco Antonio Teixeira, diferentemente do que muitas pessoas pensam, o administrador público não atua somente no governo, ele atua em carreiras do Estado, prestando concurso, em cargos de comissão, sendo nomeado por algum governante, mas também pode trabalhar em ONG’s e qualquer organismo internacional. O que importa é que a atividade profissional dele esteja voltada para a promoção do bem comum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário